Sites Grátis no Comunidades.net
Localidades de Cetos
Localidades de Cetos

ARMADA

Zona de pastagem de sequeiro e mato, situada num planalto, limitada a Nascente pelo Caminho Apertado, a Sul pelo Outeiro de Baixo, a Poente pela Seara Grande e a Norte pelo Outeiro de Cima.
Segundo a lenda estas propriedades obtiveram este nome, porque em tempos longínquos Dom Dinis e a sua "ARMADA" fizeram deste local momentaneamente o seu Quartel-general.

 

 LEVADA

Zona de pastagem e mato onde se cruzam os acessos à Póvoa e a Cetos, quem vem da Serra, sendo nos temos antigos ponto de encontro dos "Pogoreiros" do gado da vigia que tinham por hábito aí merendar.
Acabaram-se as vigias, mas as merendas mantiveram-se, sendo mais tarde instituído o primeiro domingo de Setembro como dia das merendas da LEVADA.
Limitada a Nascente pela Admogo, a Sul pela Seara Grande, a Poente pela A do Forno e a Norte pela Cabeçalha.

 

 ADMOGO

Zona acidentada de óptimas pastagens e abundância de água, creio que é a principal fonte de abastecimento ao regadio dos campos da Pereira.
O seu primeiro nome foi " Á do Monge" porque pertenciam a um Monge.
A Nascente fica o Porto Solto, a Sul o Fornelo/Caminho Apertado, a Poente a Levada e a Norte a Arroteia.

 

 VAL DO SANCHO

Zona óptima para o cultivo de regadio, aliado às excelentes terras e abundância de água estas propriedades ainda tem o privilégio de as correntes de ar frio passarem por cima. Por este motivo nas origens chamava-se "VAL SANTO".
Limitada a Nascente pelo Arressaio, a Sul pela Amarenheira, a Poente pelo Ranhadouro/Docarreiro, a Norte pelo Ribeiro/Várzea.

 

 FELGUEIRA

Natureza: rústico; freguesia: Pinheiro; Situação: limite de Cetos; Composição; cultura de sequeiro e pastagens. Norte: lameira da vila; Sul: fontainhas; Poente: mederrão

 

 AVELAL

Os lameiros do Avelal serviam para guardar o feno e o alimento seco para os animais que, durante os Invernos rigorosos passavam a maior parte dos dias nos currais, só a feno e água. Mas havia um problema, que era o ribeiro que nasce na serra do Montemuro e vai desaguar ao Paiva, era preciso passar antes do caudal da água crescer muito.

Note-se o Avelal está em vias de extinção.

Sul: Moitas do Avelal que é o pulmão de Cetos a maior floresta da aldeia. Nascentes: Ribeiro do Avelal. Poente: Rechão Dafonso. Norte: Meiada

 

FORNELO

Zona de pastagem de sequeiro e mato, limitada a nascente pelo Caminho Apertado; a sul pelas Poças; a poente pela Armada e a norte pelo Rêgo.

O seu nome vem de forno, pois foi este o local ideal, que os antigos encontraram para construir fornos, visando a cozedura da telha de caleiro de barro vermelho, para cobrirem suas habitações, cujos vestígios ainda se verificam em alguns palheiros, bem como pelo menos um forno "in situo", que pensamos que seria de primordial importância perseverá-lo e recuperá-lo à semelhança do que se fez com o moinho de água, para que as gerações futuras pudessem compreender melhor o tipo de vida dos seus antepassados.

Também já ouvi dizer que foi a partir deste local, que nasceu a Pereira, pois as pessoas que trabalhavam na cozedura da telha verificaram que uns metros mais a baixo existiam terras mais férteis, com abundância de água, proporcionando-lhes melhor qualidade de vida.

 

CHÃO DE FRADES

Zona caracterizada por óptimas pastagens e abundância de água, situada nos limites das propriedades confinantes às povoações de Cetos e Póvoa do Montemuro, à entrada do monte.

Limitada à nascente pela A Dos Galegos, a sul, pelas Tapadas, a poente e norte, pelo monte da Póvoa.

A origem deste nome, deve-se ao facto dos Frades que frequentavam a Igreja das Siglas na Ermida, terem por hábito virem aqui tomar banho, devido à excelência das suas águas, razão que posteriormente os levou a transportar estas ditas águas por rêgo ou levada em céu aberto até ao Passal, estando na origem de mais duas localidades: Rêgo e Levada.

 

RÊGO

Zona de mato e pastagens de sequeiro, limitada a nascente pelo Caminho

Apertado, a sul pelas Poças, a poente pela Seara Grande e a norte pela Levada.

Este nome terá tido provavelmente a sua origem, pelo facto das águas que corriam em levada desde o Chão dos Frades, ao chegarem aqui espraiavam-se devido à maior horizontalidade do terreno, tendo havido necessidade de emparedá-la nesta zona em rêgo, para que chegasse ao seu destino final. O Passal da Ermida.

 

ARROTEIA

Diz os livros que é terra desbravada recentemente, que começa a ser cultivada.
Operação pela qual se procede à limpeza de terrenos incultos. Queimando o mato e arrancando as raízes da vegetação espontânea, para posterior aproveitamento.

O que tem toda a lógica, pois o tipo de vegetação existente nesta zona, implica grande intervenção humana, para que possa produzir algo visível.

Confrontada a nascente pelo Tapado, a sul pela Admogo, a poente pela Levada e norte pelo Poto Penedo.

 

FONTE CHINCOSA

Este nome tem origem na excelência das suas águas frias e abundantes pertencentes à povoação da Pereira, por decisão do tribunal, à cerca de 100 anos, baseando a sua argumentação decisória na necessidade dos seus habitantes, precisarem da água para consumo domiciliário.

Zona de óptimas pastagens, limitada a nascente e norte pela Admogo, a sul pelo Fornelo e a poente pelo caminho apertado.

 

SEARA GRANDE

Seara é terra semeada de cereais. É grande porque as tapadas nesta zona ultrapassam de longe a dimensão das circundantes. Assim foi ao longo do tempo…

No local onde hoje crescem giestas medrava o centeio. Também que outra coisa se podia semear, se este planalto é completamente seco, embora a terra seja maneirinha no seu cultivo.

A título de curiosidade existe neste planalto a que também chamam Outeiro de Cima um Talegre, vulgo Marco Geodésico.

Limitada a nascente pelo Rêgo, a sul pela Armada e Poças, a poente pela Fraga das Paivas e a norte pela Levada. 

 

FONTE FRIA

Fonte fria são uns terrenos de cultivo terrenos férteis com agua em abundância regada no seu todo pelo ribeiro que nasce na serra do Montemuro.

Ao sul confronta com as terras da Pegada Cha e Paulas, a norte com as terras da Bouça, ao poente com o barroco e as terras do Avelal e ao nascente com Castanheiro Gordo.

A fundo da fonte fria existe uma fonte que mesmo no Verão sai a agua em abundância fria como o gelo mas nem na fonte fria regava ia regar para as terras da regada cha.

(Informações retiradas do fórum, dadas pelo Tonito e Dinis)